Concerto na fronteira Venezuela-Colômbia terá flores brancas

Meio milhão de flores brancas e panosda mesma cor vão ser usados para cobrir uma ponte na fronteirada Colômbia e Venezuela, sobre a qual o cantor colombianoJuanes e outros artistas internacionais realizarão no domingoum show acústico pela paz. Apesar de a idéia do show ter surgido por causa da crisediplomática na região, os organizadores decidiram levar ainiciativa adiante para "celebrar" o fim da disputa.Equador, Colômbia e Venezuela entraram em confronto depois daincursão militar colombiana em território equatoriano numaoperação contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia(Farc). "Decidimos levar adiante, porque agora é para ratificar,para celebrar que isso é passado e consolidar o desejo daspessoas de viver em paz nas fronteiras e em todas as partes",disse à Reuters Fernan Martínez, representante de Juanes. Além do cantor, vão participar do evento os espanhóisAlejandro Sanz e Miguel Bosé, o dominicano Juan Luis Guerra, oequatoriano Juan Fernando, o colombiano Carlos Vives e ovenezuelano Ricardo Montaner. O palco vai ser montado sobre a ponte Simón Bolívar, queliga os dois países. Os organizadores esperam um público de80.000 a 100.000 pessoas. Martínez afirmou que estão preparadospara receber um público ainda maior.Segundo Martínez, a idéia do espetáculo é levar uma mensagem depaz ao público. Equador e Venezuela mobilizaram na semana passada tropas àfronteira com a Colômbia e alertaram sobre a possibilidade deum conflito armado, depois do ataque colombiano ao acampamentodas Farc, no qual morreu o dirigente da guerrilha conhecidocomo Raúl Reyes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.