Gerard Cerles/AP
Gerard Cerles/AP

Conferência para reconstrução do Haiti pode ser em março

Segundo ministro do Exterior Francês, é preciso devolver a esperança aos haitianos após terremoto

Efe,

15 de janeiro de 2010 | 10h33

O ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner, disse nesta sexta-feira, 15, que a conferência para reconstrução do Haiti proposta pelo presidente Nicolas Sarkozy pode acontecer em março, em local ainda não definido.

Veja também:

linkResgate corre contra tempo para salvar feridos

linkCorpo de Zilda Arns chega a Brasília

linkAo menos 17 brasileiros morreram , diz Jobim

. Estadão de hoje:  No caos, Haiti busca sobreviventes  

"Precisamos devolver a esperança aos haitianos. Eles precisam saber que não os abandonaremos. Vamos reconstruir suas casas", prometeu Kouchner.

Ontem, o presidente americano, Barack Obama, conversou com Sarkozy e concordou em trabalhar em conjunto e sem demora com o Brasil, Canadá e outros países para a reconstrução e o desenvolvimento do Haiti.

Os dois presidentes se disseram determinados a fazer frente a à urgência humanitária e coordenar seus esforços para salvar vidas, acudir os necessitados e procurar desaparecidos.

Coordenação

Na quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva propôs a Obama uma reunião para aumentar a ajuda humanitária ao país. Ele sugeriu também que o Brasil, na chefia das tropas da missão de paz da ONU, coordene a ajuda humanitária.

Na quinta, no entanto, Obama defendeu que os Estados Unidos devem assumir esse papel.  Segundo o americano, em momentos como o do terremoto, a liderança americana se mostra necessária. Obama disse ainda que deve trabalhar em conjunto com as Nações Unidas e com o Brasil no socorro às vítimas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.