Confiança no governo Chávez diminui entre venezuelanos

Recuo chega a 15 pontos e se concentra na camada mais pobre; apoio à oposição também está em queda

Efe,

27 de outubro de 2009 | 10h51

A confiança dos venezuelanos no governo de Hugo Chávez diminuiu, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 27, que também aponta uma queda de apoio à oposição.

 

Veja também:

link Lula colherá soja durante visita à Venezuela, diz Chávez

link Relatório acusa Chávez de manipular o Judiciário

link Senado ouve antichavista antes de voto sobre Mercosul

especial Especial: A trajetória de Hugo Chávez

especial Especial: Chávez consagra receita do "governo ao vivo"

 

A pesquisa, feita pelo instituto Datanálisis entre 23 de setembro e 8 de outubro em todo o país, mostra uma queda na confiança em Chávez em todos os setores da sociedade, especialmente entre os mais pobres, onde o recuo chega a 15 pontos.

 

Segundo a sondagem, esses 15 pontos passam, em sua maioria, a engrossar as fileiras dos que preferem não responder à pesquisa.

 

Perguntados sobre em quem votariam se a eleição fosse amanhã, 51% dos entrevistados preferiram não responder, enquanto 17,2% disseram que votariam em Chávez, margem muito menor do que os 31,1% que afirmaram o mesmo em setembro.

 

A pesquisa reflete que 21,5% dos indagados se definem como pró-governo, uma queda de 10,5 pontos concentrada, sobretudo, entre os mais pobres, habitualmente mais chavistas.

 

A sondagem aponta também que a porcentagem dos que se declaram na oposição passou de 20,4% de setembro para 17,4% em outubro.

 

Por outro lado, aumentaram em 8,9 pontos os que declaram não serem nem partidários do governo nem da oposição, ficando em 54%.

 

A enquete reflete que 23,2% consideram Chávez o responsável pelos problemas do país, enquanto 23,9% dizem que o próprio povo é culpado.

 

A pesquisa nacional foi feita com 1.300 pessoas, com uma margem de erro de 2,72% e um nível de confiança de 95%. A sondagem não mostra uma porcentagem da popularidade do presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
chávezpesquisaconfiança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.