Confronto entre Exército e traficantes mata 21 no México

Um tiroteio entre quadrilhas de traficantes e militares matou 21 pessoas na terça-feira perto da fronteira do México com os Estados Unidos. Pelo menos um soldado morreu nos confrontos em Villa Ahumada, ao sul de Ciudad Juarez, que fica na fronteira, segundo a imprensa local, que disse haver 21 mortos. A promotoria do Estado de Chihuahua disse que um tiroteio entre soldados e supostos traficantes havia matado 15 pessoas. O incidente começou na madrugada de terça-feira, quando cerca de 12 pistoleiros chegaram à localidade rural de Villa Ahumada em veículos utilitários e retiraram de sua casa nove pessoas, inclusive vários policiais, disseram à Reuters fontes próximas à promotoria. Os pistoleiros mataram a tiros cerca de seis dessas pessoas, antes que os soldados chegassem dando início ao tiroteio. No ano passado, mais de 5.700 pessoas morreram por causa da violência relacionada ao narcotráfico. O Estado de Chihuahua é um dos mais afetados pelo problema. (Reportagem adicional de Robin Emmott em Monterrey)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.