Congresso do Paraguai aprova tratado da Unasul

O Congresso paraguaio ratificou nesta quinta-feira o tratado constitutivo da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), uma decisão que permite ao país entrar oficialmente no bloco e que havia sido adiada desde 2008 em meio a críticas da oposição.

REUTERS

11 de agosto de 2011 | 19h34

A Câmara dos Deputados aprovou por ampla maioria a iniciativa que já recebeu sanção do Senado no início de julho e que deverá ser promulgada pelo Executivo.

O documento foi estudado durante sessão ordinária e gerou um intenso debate, já que parlamentares da oposição se mostraram contrários à entrada no Paraguai em um novo bloco enquanto persistirem as dificuldades dentro do Mercosul, que o país integra junto a Argentina, Brasil e Uruguai.

Contudo, representantes aliados do governo argumentaram que por ser um país pequeno, o Paraguai deve estimular a integração regional como caminho para negociar com seus grandes vizinhos.

"O Paraguai é um dos países que deve ser dos mais integracionistas e promover a criação de mecanismos supranacionais para poder equilibrar as assimetrias que temos, sobretudo no âmbito do Mercosul", disse o deputado Víctor Ríos, do governista Partido Liberal.

O Paraguai era o único dos 12 países que assinaram o tratado em maio de 2008 cujo Congresso ainda não havia aprovado o documento.

Mesmo assim, o país participou desde o início das reuniões oficiais do bloco integrado por Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Guiana, Peru, Suriname, Venezuela, Uruguai e Colômbia.

(Reportagem de Mariel Cristaldo)

Tudo o que sabemos sobre:
PARAGUAIUNASULAPROVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.