Coração da reforma tributária chilena não muda, diz Bachelet a jornal

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, disse que haverá espaço para negociação em sua proposta de reforma tributária no Senado, mas destacou, em entrevista para um jornal local, que o coração das medidas não será modificado.

Reuters

17 Maio 2014 | 15h22

O projeto pretende arrecadar cerca de 8,2 bilhões de dólares, o equivalente a 3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do Chile, para financiar a educação e a saúde no país.

"Eu disse a todos os partidos que o coração da reforma não será mudado", disse Bachelet ao jornal La Tercera.

(Por Anthony Esposito)

Mais conteúdo sobre:
CHILE BACHELET REFORMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.