Corpo de brasileiro é achado na Bolívia com sinais de tortura

Polícia encontrou cadáver a poucos quilômetros da região opositora Santa Cruz com marcas de tiros

Efe,

26 de setembro de 2008 | 16h15

O corpo de um cidadão brasileiro com dois disparos e sinais de tortura foi encontrado na tarde de quinta-feira, 25, na região boliviana de Santa Cruz (leste), informou nesta sexta uma fonte judicial. A Polícia encontrou o corpo em uma estrada localizada poucos quilômetros ao norte da capital de Santa Cruz, Santa Cruz de la Sierra. Veja também:Evo rejeita conceder 'autonomia plena' a regiões opositorasBolívia pode rachar, mas ninguém se beneficiaria, diz analistaBolívia tem histórico de golpes e crises  Entenda os protestos da oposição na Bolívia  O corpo foi levado posteriormente ao Instituto Médico Legal (IML) local para uma autópsia, disse à Agência Efe o investigador do caso, Enrique Barroso. "Os médicos determinaram que o cadáver tinha dois disparos, um no ombro e outro no pescoço, mas a causa de sua morte foi asfixia", explicou o investigador. A Polícia informou que o homem, que segundo os legistas morreu na noite de quarta-feira, é um cidadão brasileiro de 41 anos. Os agentes puderam reconhecer o brasileiro porque levava seus documentos de identidade em uma pasta. No entanto, as autoridades esperam que algum parente ou amigo da vítima reconheça seu corpo, já que até o momento isso não ocorreu. O investigador Barroso afirmou que, segundo os legistas, o brasileiro "pode ter sido torturado." 

Tudo o que sabemos sobre:
Bolívia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.