Correa chega para cúpula em Bariloche em avião da FAB

Legacy presidencial da Embraer ficou avariado por raio durante viagem do equatoriano a Brasília

Efe,

28 de agosto de 2009 | 01h57

O presidente do Equador, Rafael Correa, chegou à cidade de Bariloche, no sul da Argentina, para participar nesta sexta-feira da cúpula da União de Nações Sul-americanas (Unasul) com os demais líderes da região.

 

Após fazer escala em Lima, Correa chegou ao aeroporto de Bariloche - 1.650 quilômetros a sul de Buenos Aires - às 20h25 (de Brasília) em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

 

O avião presidencial do Equador - um Embraer Legacy 600- sofreu um problema técnico após ser atingido por um raio no domingo quando o chanceler equatoriano, Fander Falconí, ia para Brasília.

 

Em sua viagem à Argentina, Correa fez uma escala técnica na capital peruana, onde deu declarações nas quais questionou a capacidade da Colômbia de controlar o uso das bases militares em seu território por parte de tropas americanas e confirmou que o acordo entre Bogotá e Washington atinge toda a região.

 

Correa, presidente temporário da Unasul, foi o terceiro líder a chegar à cidade, depois dos governantes do Uruguai, Tabaré Vázquez, e do Suriname, Ronald Venetiaan.

 

A abertura da cúpula ocorrerá às 9 horas (de Brasília) e o encontro deve terminar 13 horas, e será seguido de um almoço de honra oferecido pela anfitriã da reunião, a presidente Cristina Fernández de Kirchner.

Tudo o que sabemos sobre:
CorreaUnasulEmbraerFAB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.