Correa diz estar disposto a governar por muitos anos ainda

Embora ainda faltem muitos anos, opresidente do Equador, Rafael Correa, já está pensando embuscar sua reeleição na próxima década, se triunfar umaproposta oficial de Constituição socialista, que será votada emum referendo, afirmou a um jornal local. A carta magna, que busca dar mais poder ao Estado sobre aeconomia, inclui uma reforma nas normas eleitorais quepermitiria que o presidente se candidatasse a um segundoperíodo de governo consecutivo de quatro anos, o que agora éproibido. "E por que não? Por que alguns amargurados ficam bravos?Sempre dissemos: reeleição imediata por uma única vez. Somosmuito coerentes", disse Corrêa em uma entrevista para o jornalestatal El Telégrafo. O primeiro mandato de Correa, que segundo os críticos tentase imortalizar no poder, deveria terminar em 2011 de acordo coma legislação atual.Entretanto, a nova Constituição lhe permitiria convocareleições em 2009 para referendar seu mandato sem considerar suapotencial vitória como o início de um segundo período deGoverno. Se triunfar nessa eleição, Correa poderia ficar no poderaté 2013, e depois optar por uma reeleição para governar pormais quatro anos. (Por Alexandra Valencia)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.