Correa e Chávez estão satisfeitos com recuperação do preço do petróleo

"Nós estamos satisfeitos com o ritmo de recuperação do preço do barril do petróleo, depois da queda registrada nos últimos meses do ano passado", afirmou Chávez

EFE

24 de maio de 2009 | 06h40

Os presidentes do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez, que mantêm uma reunião de avaliação de projetos conjuntos em Quito, expressaram neste domingo sua satisfação pela recuperação do preço internacional do petróleo, que é vital para a economia de ambos países.

 

"Nós estamos satisfeitos com o ritmo de recuperação do preço do barril do petróleo, depois da queda registrada nos últimos meses do ano passado", afirmou Chávez, durante uma entrevista coletiva conjunta com Correa.

 

Além disso, destacou a atuação da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), da qual fazem parte Equador e Venezuela, que para frear a queda dos preços do petróleo no ano passado a produção do cartel foi reduzida em 4,2 milhões de barris diários.

 

O presidente venezuelano disse que graças a essa recuperação o preço do petróleo está chegando aos valores que tinha em 2007, quando a cotação média chegava a US$ 64,7 por barril.

 

"Isto nos tem enchido de esperança, que siga melhorando a situação, estamos contentes que se siga recuperando o preço do petróleo, graças à China que não deixou de consumi-lo", acrescentou Chávez, que destacou o ritmo de crescimento da nação asiática, que o primeiro trimestre deste ano, disse, chegou a 8%.

Tudo o que sabemos sobre:
Correa, Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.