Correa é reeleito no Equador com 61,5% dos votos, aponta boca de urna

Segundo a pesquisa, seu rival mais próximo, o banqueiro Guillermo Lasso, obteve 20% da preferência eleitoral

Luiz Raatz, enviado especial de O Estado de S.Paulo,

17 de fevereiro de 2013 | 19h04

O presidente do Equador, Rafael Correa, foi reeleito neste domingo, 17, para seu terceiro mandato, indicam pesquisas de boca de urna do instituto Cedatos Gallup, divulgadas logo após o fechamento das urnas. Correa teve 61,5% da preferência eleitoral. A margem de erro da pesquisa é de 3,5 pontos porcentuais para baixo ou para cima.

 

Por meio de sua conta no Twitter, o gabinete de Correa informou que o presidente festejou os primeiros resultados junto de familiares e colaboradores próximos. Na Plaza Grande, que circunda o palácio, dois telões já estavam montados e partidários do presidente eram esperados para a festa da vitória. 

 

Seu rival mais próximo, o banqueiro Guillermo Lasso, obteve 20%. O terceiro colocado, ainda de acordo com o levantamento, foi o ex-presidente Lúcio Gutiérrez, com 6% da intenção de voto. O magnata da banana Alvaro Noboa teve 3,5% e o centrista Mauricio Rodas, 3,1%. Ex-aliado de Correa, Alberto Acosta ficou com 2,9%. Os nanicos Norman Wray e Nelson Zavala tiveram 1% cada.

 

Os primeiros resultados oficiais seriam divulgados no fim da noite deste domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
correaequador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.