Crime organizado faz mais 11 vítimas no México

Autoridades atribuem crime a ajustes de contas entre os cartéis de drogas rivais Los Zetas e Cartel do Golfo, que disputam o controle da cidade de Monterrey

Efe,

15 de abril de 2011 | 04h11

MONTERREY - Onze pessoas foram assassinadas e outras três ficaram feridas em ataques atribuídos ao crime organizado em diferentes pontos da cidade mexicana de Monterrey, capital do estado de Nuevo León, informaram as autoridades nesta quinta-feira, 14.

 

Os ataques, a tiros de fuzil, ocorreram com menos de duas horas de diferença, informou Jorge Domene Zambrano, porta-voz do Conselho de Segurança estadual.

 

Zambrano atribuiu os crimes a ajustes de contas entre os cartéis de drogas rivais Los Zetas e Cartel do Golfo, que disputam o controle de Monterrey, a cidade mais industrializada do norte mexicano.

Os ataques tiveram as mesmas características: homens armados a bordo de veículos dispararam contra pedestres e pessoas que viajavam em automóveis.

 

O primeiro ataque ocorreu às 16h07 e teve como vítima um homem que seguia em seu automóvel. O outro, perpetrado às 17h56, deixou como saldo cinco mortos e um ferido.

 

Em outros pontos da cidade, homens armados dispararam contra vários jovens, fazendo mais três vítimas fatais e dois feridos.

 

Posteriormente outros dois homens que estavam em uma caminhonete foram mortos a tiros.

 

A violência provocada pelos cartéis das drogas provocou mais de 35 mil mortes nos últimos quatro anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.