Cristina Kirchner é aprovada por 68,1%, indica pesquisa

Imagem da presidente argentina sobe oito pontos percentuais desde a posse em dezembro de 2007

Ariel Palacios, de O Estado de S. Paulo,

30 de janeiro de 2008 | 11h43

Uma pesquisa realizada pela consultoria de opinião pública Ricardo Rouvier e Associados indicou que a imagem positiva da presidente Cristina Kirchner alcançou 68,1% em janeiro. Desta forma, a consultoria registrou um aumento de 8% em relação a dezembro, mês em que Cristina tomou posse como a primeira presidente mulher eleita nas urnas da História argentina. A imagem de Cristina é melhor no interior do país, coincidentemente onde seu partido, o Justicialista (Peronista), possui uma ampla estrutura clientelista. Ai, sua imagem positiva chega a 70%. Na capital argentina, que possui um eleitorado exigente - e costumeiramente rebelde contra qualquer governo federal - a imagem positiva da presidente é de 60,3%. A pesquisa também sustenta que o segundo líder político em funções com a melhor imagem positiva é o governador da província de Buenos Aires (ex-vice-presidente da administração do ex-presidente Néstor Kirchner), com 66,2%. Em terceiro lugar está o chefe do governo da cidade de Buenos Aires (cargo equivalente ao de prefeito da Capital Federal), Mauricio Macri, com 54,6% de imagem positiva. Macri é o líder da coalizão de centro-direita Proposta Republicana (PRO). A líder da centro-esquerdista Coalizão Cívica, Elisa Carrió, que nas recentes eleições presidenciais ficou em segundo lugar, com 23% dos votos, na pesquisa mostra uma imagem positiva de 40%.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina KirchnerArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.