Leo La Valle/Efe
Leo La Valle/Efe

Cristina Kirchner inicia solenidade do Bicentenário da Argentina

Presidente inaugurou Galeria dos Próceres Latino-americanos ao lado de presidentes do continente

Marina Guimarães, da Agência Estado,

25 Maio 2010 | 19h34

BUENOS AIRES- A solenidade oficial de comemoração do Bicentenário argentino teve início nesta terça-feira, 25, na Casa Rosada, com a inauguração da Galeria dos Próceres Latino-americanos, na qual apenas dois brasileiros tiveram destaque: Getúlio Vargas e Tiradentes.

 

Ladeada pelos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, Sebastián Piñera (Chile), Hugo Chávez (Venezuela), Evo Morales (Bolívia), Rafael Correa (Equador) e Fernando Lugo (Paraguai), a presidente argentina, Cristina Kirchner se emocionou em seu discurso.

Para uma plateia na qual se destacou a presença do ex-presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, Cristina recordou os heróis nacionais e regionais dos últimos 200 anos.

 

Também ressaltou a era democrática da Argentina alcançada somente há 17 anos. Por último, Cristina comparou seu governo e o de seu marido, o ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007), com os heróis do passado.

 

"Todos temos objetivo de que nossos povos, nossas sociedades tenham mais igualdade, mais equidade, mais distribuição da riqueza (...). Hoje, além do bicentenário, também completamos exatamente sete anos desse projeto que se comprometeu com todos os argentinos em defender os interesses sagrados da pátria como fizeram todos os homens e cada uma das mulheres que integram a galeria de patriotas", disse a presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.