Cristina Kirchner recebe alta; exame final não encontra câncer

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, recebeu alta médica neste sábado, após ser submetida a uma cirurgia de retirada da glândula tireoide na qual não foram encontradas células cancerígenas, disse o porta-voz do governo argentino.

REUTERS

07 de janeiro de 2012 | 13h36

Cristina, de 58 anos, foi operada com sucesso na quarta-feira e continuará em licença médica até o dia 24 de janeiro para completar o processo de recuperação.

A presidente argentina iniciou seu segundo mandato no mês passado.

Quando a glândula foi analisada, constatou-se que nunca conteve células cancerígenas. "O diagnóstico original foi modificado", disse em entrevista o porta-voz Alfredo Scoccimaro. "A presença de células cancerígenas foi descartada". (Reportagem de Maximiliano Rizzi)

Tudo o que sabemos sobre:
ARGENTINACRISTINAALTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.