Cristina Kirchner se reúne com premier francês e Bachelet

Presidente argentina trata do caso dos reféns da Farc e da renegociação da dívida com o Clube de Paris

Efe,

11 de dezembro de 2007 | 00h39

A presidente da Argentina, Cristina Fernández Kirchner, estreou no cargo com duas reuniões em seu escritório, uma com o primeiro-ministro francês, François Fillon, e outra com a sua colega chilena, Michelle Bachelet, informaram fontes oficiais. Veja TambémCristina Kirchner promete ajuda a reféns das FarcApós encontro com Uribe, Lula discute Farc com premiê francêsLula oferece ajuda em negociação da ColômbiaCristina Kirchner toma posse como presidente da Argentina Fillon e Fernández discutiram o conflito na Colômbia e o caso dos reféns da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Outro tema foi a negociação da Argentina para refinanciar dívidas de US$ 6,3 bilhões com o Clube de Paris. Depois disso, Fernández recebeu Bachelet, mas não foram informados os temas da reunião. Antes da cerimônia de posse de Cristina Fernández, Bachelet se reuniu com Fillon, e manifestou o apoio do governo chileno aos esforços para conseguir a libertação da franco-colombiana Ingrid Betancourt, seqüestrada há seis anos pela guerrilha das Farc. Bachelet também se reuniu em Buenos Aires com o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, e opinou que o órgão "pode efetivamente contribuir para uma globalização mais justa". Ela adiantou também que o presidente do Equador, Rafael Correa, visitará o Chile em março, e confirmou que viajará ao Canadá e à França.

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinaCristina Kirchner

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.