Cristina Kirchner venceria no primeiro turno, diz pesquisa

Primeira-dama tem mais de 45% das intenções de voto e pode garantir vitória nas eleições de 28 de outubro

Reuters,

09 de outubro de 2007 | 13h48

A primeira-dama e candidata à Presidência da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, obteria 45,7% dos votos nas eleições marcadas para 28 de outubro, segundo uma pesquisa divulgada nesta terça-feira, 9.   Veja também:  As eleições argentinas    A sondagem da Ceop, publicada pelo jornal BAE, mantém a tendência das pesquisas de setembro, que também apontavam a senadora como vitoriosa ainda no primeiro turno do pleito.   No segundo lugar da pesquisa aparece a candidata de centro-esquerda Elisa Carrió, com 14,6% das intenções de voto e no terceiro, o ex-ministro da Fazenda Roberto Lavagna, com 10,2%.   A lei argentina prevê que o candidato que obtiver mais de 45% dos votos vence o primeiro turno. Além disso, o candidato que ficar com uma votação de entre 40 e 45% dos votos e conseguir uma diferença de 10 pontos sobre o segundo lugar também vence sem a necessidade de um segundo turno.   O levantamento foi fechado na segunda-feira, após consultar 2.931 pessoas em todo o país. A margem de erro é de 1,84%.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina KirchnereleiçõesArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.