Crítico de Chávez é sentenciado a 8 anos de prisão por corrupção

Um tribunal militar da Venezuela sentenciou um crítico do presidente Hugo Chávez a quase oito anos de prisão por corrupção quando ele era ministro da Defesa, informou a mídia estatal neste sábado.

REUTERS

08 Maio 2010 | 14h04

Raul Baduel, ex-general e amigo íntimo de Chávez que liderou uma operação para resgatar o presidente de uma tentativa de golpe em 2002, tornou-se um oponente do governo após deixar o Ministério da Defesa em 2007.

Ele estava em uma prisão militar desde que foi preso em abril de 2009 por acusações de enriquecimento ilícito.

A agência de notícias estatal disse que 3,9 milhões de dólares que estavam sob controle de Baduel sumiram e que um tribunal militar o sentenciou a 7 anos e 11 meses de prisão.

(Por Eyanir Chinea)

Mais conteúdo sobre:
VENEZUELA PRISAO CRITICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.