Cuba bloqueia viagem de jornalista para premiação, diz jornal

Yoani Sánchez, autora do blog 'Geração Y', estaria sendo impedida de receber prêmio de jornalismo em Madri

05 de maio de 2008 | 19h42

A jornalista cubana Yoani Sánchez provavelmente não irá a Madri para receber o Prêmio Ortega e Gasset de jornalismo por não ter obtido até agora a permissão das autoridades cubanas para sair do país. A autora do blog 'Geração Y' venceu na categoria jornalismo digital. O líder do júri, o catedrático Gregorio Peces-Barba, destacou a informação "vivaz e direta" do blog e "o ímpeto com que se incorporou ao espaço global do jornalismo social", informou o jornal espanhol El País.   Veja também: Blog de Yoani Sánchez Raúl Castro leva Cuba gentilmente para as reformas   Tanto a jornalista como os promotores do prêmio, organizado há 25 anos pelo El País, tentaram em todas as vias administrativas obter a autorização da viagem de Yoani para assistir a entrega dos prêmios, que ocorrerá na quarta-feira, 7. Até o momento, todos só receberam o silêncio como resposta das autoridades cubanas. Pode-se prever, então, que a jornalista não poderá sair da ilha.   Yoani, de 32 anos, foi incluída neste mês na lista das 100 pessoas mais influentes do planeta da revista Time. Seu blog é inspirado nos jovens "de Cuba dos anos 70 e 80, marcada pelas escolas no campo, bonecos russos, saídas ilegais e frustração."   A jornalista cubana ganhou destaque com seu blog pelo contraste das informações que inundam toda a imprensa internacional em relação ao governo cubano e a realidade dos cidadãos da ilha. "Ontem me ligaram da Espanha - atualmente as informações viajam para o estrangeiro e depois chegam em nós - para me dizerem que a permissão para a saída não era necessária", disse.   "Assim que recebi a notícia, ia a um consultório jurídico, onde dou andamento aos trâmites da viagem. Minha alegria durou pouco. Um oficial da imigração esclareceu que não era nada disso. A tarjeta branca e os 150 pesos seguem vigentes", explicou. "Pague a tarifa e blasfeme um pouco contra os rumores que não se materializam, contra as expectativas que não se realizam?", questiona.   Além de Peces-Barba, o júri dos prêmio Ortega e Gasset é formado por figuras do mundo das artes e cultura, como a atriz Blanca Marsillach, os jornalistas Àngels Barceló e Antonio Franco, o filósofo Fernando Savater e os quatro diretores que o El País já teve, entre eles o que ocupa o cargo atualmente, Javier Moreno.

Tudo o que sabemos sobre:
CubaEspanhaYoani Sánchez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.