Cuba enviará outros cinco presos políticos para a Espanha

Governo cubano prometeu soltar 52 presos políticos antes de outubro em acordo com a Igreja Católica

REUTERS

10 de julho de 2010 | 13h58

O governo cubano enviará outros cinco presos políticos para a Espanha do grupo de 52 que prometeu soltar antes de outubro, disse a Igreja Católica em comunicado no sábado, 10.

Eles se juntarão a outros cinco dissidentes que estavam designados inicialmente para ser enviados ao país europeu.

O comunicado indicou que o grupo adicional viajaria para a Espanha "proximamente".

A liberação dos presos é o resultado mais concreto do inédito diálogo iniciado em maio entre o governo comunista e a Igreja Católica na ilha caribenha.

Tudo o que sabemos sobre:
CUBAPRESOSPOLITICOSCINCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.