Cuba espera número recorde de turistas

Em 2007, a ilha recebeu 2,1 milhões de visitantes e neste ano prevê chegar a 2,3 milhões

Efe,

16 de dezembro de 2008 | 04h23

O ministro do Turismo de Cuba, Manuel Marrero, disse nesta terça-feira que a ilha espera alcançar na próxima semana o "recorde histórico" de mais de 2,3 milhões de visitantes que recebeu em 2007. O número total de visitantes do ano anterior foi de 2,1 milhões, com uma injeção de US$ 2 milhões na economia cubana.   Para a temporada de inverno o ministro já assegura que a situação será melhor do que no ano anterior porque agora os hotéis estão mais qualificados e com número maior de habitações. Em 2007, eram 46 mil.   Mesmo com as perdas calculadas em 10 bilhões de dólares pela passagem dos furacões Ike e Gustav, entre os dias 30 de agosto e 9 de setembro, e do Paloma, em novembro, Cuba continua recebendo visitantes.   O titular ressaltou que o Canadá se mantém como o principal país que envia turistas à ilha. Com um crescimento de 24,5%, são mais de 800 mil canadenses. Em seguida vêm Itália, Espanha e Reino Unido. Da Rússia são esperados mais de 40 mil viajantes.

Tudo o que sabemos sobre:
Cubaturismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.