Cuba planeja explorar sete poços de petróleo em sua costa

Cuba planeja perfurar sete poços exploratórios de petróleo em suas águas no Golfo do México ao longo dos próximos dois anos, segundo uma organização norte-americana que visitou a ilha comunista a fim de debater o desenvolvimento de energia.

MARC FRANK, REUTERS

17 de agosto de 2010 | 15h08

A diretora-executiva do Centro para Democracia nas Américas, Sarah Stephens, disse que os encontros entre os especialistas em energia levados por ela à ilha em julho e a estatal cubana Cubapetróleo (Cupet) não deixaram dúvidas sobre a determinação do país em explorar suas reservas de petróleo marítimas.

"A Repsol, uma empresa de petróleo espanhola, está pagando para que uma firma italiana construa uma plataforma em alto-mar na China que será usada no ano que vem para a exploração de petróleo na costa de Cuba", disse ela à Reuters, respondendo por escrito às questões.

"Se está disponível em quantias viáveis comercialmente, nós não sabemos ainda. Fontes em Cuba nos disseram que sete poços como esse serão perfurados entre 2011 e 2012. Se essa perfuração encontrar petróleo em quantidade significativa, a produção poderia começar entre 2014 e 2018", afirmou Stephens.

A entidade que ela dirige não tem fins lucrativos, fica em Washington e diz trabalhar para melhorar a política norte-americana nas Américas, incluindo em Cuba. O centro se opõe às sanções norte-americanas contra a ilha.

O governo de Cuba já declarou seu interesse na exploração dos recursos de petróleo do país em alto-mar, mas raramente divulga detalhes dos projetos.

Entre os analistas de energia que viajaram para Havana estavam Michael A. Levi, diretor do Programa sobre Segurança de Energia e Mudança Climática do Conselho de Relações Exteriores, Ronaldo Soligo, da Rice University, e Lisa Margonelli, diretora de Iniciativa em Política Energética da New America Foundation.

Cuba estima ter até 20 bilhões de barris de petróleos em sua costa, mas o Geological Survey, dos EUA, avalia que o país conta com 4,6 bilhões de barris e 10 bilhões de pés cúbicos de gás natural.

México e EUA, que compartilham o Golfo do México com Cuba, exploram petróleo e gás natural de suas águas há décadas.

Atualmente, Cuba produz cerca de 60 mil barris de petróleo por dia (bpd), todos de poços em terra. O país recebe cerca de 115 mil bpd da Venezuela em condições favoráveis.

Tudo o que sabemos sobre:
CUBAPETROLEO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.