Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Deputado da oposição venezuelana é preso por agredir policial

Segundo Constituição da Venezuela, parlamentares têm imunidade penal

25 de março de 2010 | 19h48

Efe

 

CARACAS- A polícia venezuelana prendeu nesta quinta-feira, 25, o deputado oposicionista Wilmer Azuaje após agredir uma policial em uma dependência do departamento de veículos da polícia judicial, de acordo com Wilmer Flores, diretor da corporação.

 

Veja também:

linkPresidente de TV de oposição é preso acusado de insultar Chávez

 

Flores afirmou que a conduta irregular do deputado incluiu "grosserias, maus-tratos e golpes a uma mulher" quando tramitava um documento para recuperar um veículo de sua propriedade.

 

O diretor reconheceu que a Constituição do país garante a imunidade de deputados, mas esclareceu que ela permite mantê-los em custódia caso sejam surpreendidos em flagrante, e que, após a prisão, a Carta ordena o envio dos deputados a suas residências.

 

Mais cedo, a presidente da Assembleia Nacional, Cilia Flores, confirmou a detenção do parlamentar, mas disse que não tinha mais informações sobre o caso. Flores recordou que os deputados têm "imunidade parlamentar", o que impede sua prisão, salvo que sejam destituídos dessa imunidade pelo Supremo Tribunal. A deputada também afirmou que o ocorrido terá de ser investigado.

 

Azuaje, que inicialmente militou nas forças governamentais, se integrou às filas oposicionistas devido a diferenças com o governo venezuelano. Desde então, o parlamentar se envolveu em vários incidentes violentos pelos quais responsabilizou setores chavistas, enquanto o governo defende que eles são resultado de "atividades irregulares" nas quais o deputado estaria envolvido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.