Deputados chilenos aprovam reforma tributária que eleva impostos sobre empresas

A ambiciosa reforma tributária que o Governo chileno pretende implementar passou na quarta-feira à noite pelo primeiro obstáculo, ao ser aprovada na Câmara dos Deputados um aumento no imposto sobre as grandes empresas e alterações na tributação de seus rendimentos.

Reuters

15 Maio 2014 | 07h41

Depois de uma maratônica discussão, os deputados referendaram por uma ampla maioria o pacote de medidas que pretende arrecadar 8,2 bilhões de dólares ou o equivalente a 3 por cento do Produto Interno Bruto para financiar mudanças profundas na educação e melhorias na saúde.

"Hoje celebramos porque demos um passo muito importante (...) e é uma realidade cada vez mais próxima que em 2014 estaremos implementando a reforma para cumprir os sonhos do país", disse a jornalistas o ministro da Fazenda, Alberto

Arenas.

Além da melhora na educação e do fortalecimento das finanças, o governo da presidente socialista Michele Bachelet busca o crescimento mais equitativo para enfrentar a desigualdade em um dos países com pior distribuição de riqueza na América Latina.

(Reportagem de Antonio de la Jara)

Mais conteúdo sobre:
CHILE SENADO REFORMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.