Deputados trocam socos no Parlamento da Venezuela

Pancadaria começou após parlamentar socialista tentar retirar opositor do palanque

REUTERS

11 de fevereiro de 2011 | 08h44

Briga foi mostrada ao vivo por toda a rede de televisão e rádio da Venezuela

 

CARACAS - Deputados venezuelanos trocaram socos durante uma sessão do Parlamento na noite de quinta-feira, 10, quando uma briga rompeu entre membros do partido socialista do presidente Hugo Chávez e seus rivais, indicando a polarização política existente no país.

 

A briga começou depois que o deputado do partido socialista Henry Ventura tentou retirar o oposicionista Alfonso Marquina do pódio do Parlamento. Outros deputados logo se juntaram à pancadaria e os parlamentares se empurraram e trocaram socos durante alguns minutos. Ninguém ficou ferido durante a confusão. Não ficou claro quem começou a troca de agressões.

 

"Viemos trabalhar em paz, como sempre fazemos, e esperamos que não sejamos sujeitos à agressão pelas palavras que dizemos, como aconteceu agora", disse o ministro de Relações Exteriores, Nicolas Maduro.

 

O briga foi mostrada ao vivo por toda a rede de televisão e rádio da Venezuela através do sistema de transmissão obrigatória, usado frequentemente por Chávez para exibir seus longos discursos à nação. A transmissão foi suspensa abruptamente para a maioria das emissoras depois que a violência começou.

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAPARLAMENTOPANCADARIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.