Desabamento de edifício na Bolívia faz Evo Morales pedir ajuda do Brasil

Presidente boliviano espera por especialista em resgates brasileiro para iniciar escavações para encontrar nove pessoas

Efe,

28 de janeiro de 2011 | 00h54

LA PAZ - O presidente da Bolívia, Evo Morales, pediu ajuda a Brasil, Argentina e Chile para resgatar nove possíveis sobreviventes do desabamento de um edifício ocorrido há quatro dias na cidade de Santa Cruz, informaram fontes oficiais nesta quinta-feira. Oito pessoas morreram no acidente.

O porta-voz presidencial, Ivan Canelas, anunciou em entrevista coletiva que uma broca começará a cavar túneis para localizar os sobreviventes.

O diretor do Centro de Operações de Emergência de Santa Cruz, Guillermo Saucedo, confirmou que é esperada para as próximas horas a chegada ao local de um especialista em resgates brasileiro, além de 26 bombeiros do Chile, 12 do México e 20 do Peru.

Já a embaixada da Argentina em La Paz informou em comunicado que chegarão à Bolívia na sexta-feira dois especialistas em resgates em desabamentos.

Saucedo explicou que até a tarde desta quinta-feira foram resgatados oito corpos dos escombros do edifício Málaga, de nove andares, que desabou na segunda-feira por causas ainda desconhecidas.

"Estamos falando de oito pessoas falecidas (...) Ainda temos a esperança de encontrar sobreviventes. Estamos trabalhando de forma manual para tirar os escombros na zona onde achamos que podem estar", detalhou Saucedo.

Acredita-se que nove pessoas estejam presas com vida em um local que seria um porão. Na quarta-feira, os sobreviventes se comunicaram com golpes nas paredes.

As equipes de resgate começaram a cavar túneis para levar aos presos uma câmera, microfones, comida e oxigênio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.