Deslizamento soterra aldeia no sul do México

Uma enorme onda de lamacobriu na segunda-feira um vilarejo pobre no inundado sul doMéxico, e o governo disse que há pelo menos 16 desaparecidos. A imprensa local disse que até 30 pessoas podem estardesaparecidas por causa do deslizamento em um morro no Estadode Chiapas, que soterrou mais de 100 casas em San JuanGrijalva. "Encontramos gente que correu morro acima, fugindo daenorme onda, e que pôde escapar", disse o governador JuanSabines a uma rádio local. TVs mostraram a destruição em frágeis moradias de madeira eteto de zinco, em meio à lama que cobria o povoado, onde vivemcerca de 500 pessoas. Sabines disse que ainda não foram achados corpos. Equipesde resgate chegaram com helicópteros para tentar retirar ossobreviventes. O presidente Felipe Calderón cancelou sua participação naCúpula Ibero-Americana desta semana no Chile e vai naterça-feira às áreas afetadas. (Por Noel Randewich)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.