Detenção de manifestante complica conflito na Argentina

Depois do incidente, caminhoneiros decidiram bloquear totalmente rodovia, aumentando a tensão no país

EFE

08 de junho de 2008 | 17h17

Um caminhoneiro da província argentina de Córdoba foi detido neste domingo, 8, durante um bloqueio de uma estrada para reivindicar que se coloque um fim ao conflito entre o Governo e o campo, o que gerou resistências e insultos à Polícia. Depois dos incidentes os caminhoneiros decidiram bloquear totalmente a estrada 8, o que gerou um grande engarrafamento em meio a um clima de tensão. Enquanto isto, produtores rurais permaneciam a cerca de dois quilômetros do local em outra das obstruções parciais de estradas que realizam em vários pontos do interior do país, durante o conflito que mantêm com o Governo há quase três meses. O incidente de Córdoba se junta aos outros ocorridos nos últimos dias por causa dos bloqueios de estradas realizados por donos de caminhões de transporte de cereais, que pedem ao campo e ao Governo o fim do conflito para voltarem a trabalhar. Por causa dos protestos, demoram dias para realizar trajetos que normalmente são feitos em horas. Além disso, um caminhoneiro foi ferido ontem quando participava de um protesto na cidade de Roque Pérez (província de Buenos Aires) e se recupera em um hospital da região. Para evitar novos incidentes, grande quantidade de soldados ficou a postos nesta manhã nas proximidades do protesto de caminhoneiros. O conflito começou no dia 11 de março, quando o Governo impôs um novo esquema tributário para as exportações de grãos.

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinaCrise na Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.