Detidas 58 pessoas por vínculo com a maior plantação de maconha do México

Presos foram capturados por soldados nas imediações do povoado de El Rosario; detidos ficarão confinados por 40 dias para que investigações continuem

Efe,

19 de julho de 2011 | 02h56

Soldados mexicanos caminham em plantação de maconha; plantio estava disfarçado com tomates

 

 

MÉXICO - Foram detidas 58 pessoas por suposto vínculo com a maior plantação de maconha já encontrada no México, informou na segunda-feira, 18, a Procuradoria Geral da República (PGR) em comunicado.

 

A Promotoria disse que as pessoas foram capturadas por soldados nas imediações do povoado de El Rosario, no sul do município de Enseada (Baixa Califórnia, norte do México), onde foi localizada na semana passada uma plantação de maconha de 120 hectares.

 

Os 58 detidos ficarão presos por 40 dias para que a PGR amplie as investigações.

O campo de 120 hectares ficava na estrada de Guerrero Negro, na cidade de Enseada, onde inicialmente foram detidas 16 pessoas.

 

Esta é a maior plantação de maconha achada na história do México e já foi destruída por soldados do exército.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicomaconhadrogaplantação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.