Diálogo de paz na Colômbia 'avança' no tema agrário

O governo colombiano e a guerrilha das Farc disseram nesta sexta-feira que avançaram na discussão do tema agrário, o primeiro dos cinco pontos do diálogo de paz com o qual buscam encerrar cinco décadas de conflito armado, mas o principal negociador de Bogotá deixou claro que restam muitos desafios pela frente.

Reuters

21 de dezembro de 2012 | 19h32

Ao término da segunda rodada das negociações iniciadas há um mês em Havana, o ex-vice-presidente colombiano Humberto de la Calle manifestou otimismo de que o processo pode ser feito mais rapidamente quando as negociações forem retomadas, em 14 de janeiro.

"Avançamos na discussão do ponto um da Agenda do Acordo Geral 'Política de Desenvolvimento Agrário Integral', na busca de soluções para contribuir no desenvolvimento e na superação da desigualdade do campo colombiano", disseram ambas as partes em comunicado conjunto.

De la Calle, que lidera o governo nas conversas iniciadas em 19 de novembro, destacou que foram estabelecidos "mecanismos inéditos" que permitem a participação cidadã num conflito que deixou milhares de mortos no país.

No entanto, ele disse que "o desafio é grande. Nos restam ainda mais cinco pontos, todos sensíveis e vitais", acrescentou.

Além do tema agrário, a agenda de negociações inclui as garantias para o exercício da oposição política, o fim do conflico armado, a solução ao narcotráfico e a indenização a vítimas do conflito.

(Por Nelson Acosta)

Mais conteúdo sobre:
COLOMBIADIALOGOAGRARIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.