Discurso de Chávez foi vitória da ética e dignidade, diz Fidel

Líder cubano enviou nota para venezuelano e finalizou afirmando que 'as idéias de Bolívar e Martí vencerão'

Efe,

04 de dezembro de 2007 | 00h45

O presidente de Cuba, Fidel Castro, enviou nesta segunda-feira, 3, duas mensagens ao seu colega da Venezuela, Hugo Chávez, e considerou que seu discurso reconhecendo a derrota no referendo sobre a reforma constitucional foi uma vitória da ética e da dignidade. Veja também: Kirchner parabeniza ganhadores de referendo e elogia ChávezVenezuela vive expectativa após derrotaPara Lula, Chávez aceitou vontade da maioriaAmorim: 'derrota foi boa para a democracia' Venezuela rejeita reforma constitucional Chávez reconhece derrota Resultado é 'vitória da democracia'Tensão na América do Sul  Conheça pontos centrais da reforma   Acompanhe a trajetória de Hugo Chávez      "Querido Hugo, saudações revolucionárias por teu discurso na madrugada de hoje. Foi um 'veni, vidi, vincit' de dignidade e ética", disse Castro em uma mensagem enviada esta manhã e divulgada em um programa de debates da TV cubana. Castro se referiu ao discurso de Chávez após o anúncio da derrota do "sim" no referendo sobre a reforma constitucional. O programa da televisão cubana informou que Castro, que há 16 meses se recupera de uma grave doença intestinal, enviou uma segunda mensagem horas mais tarde. Nela, considerou que a decisão de Chávez foi "valente" e "sábia". "As idéias de Bolívar e Martí vencerão", finalizou a nota. Em um artigo de opinião publicado na sexta-feira, o presidente cubano acusou os Estados Unidos de alimentar o conflito na Venezuela e alertou para o risco de um atentado contra Chávez.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaHugo Chávezreferendo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.