Jesus Espinosa/Efe
Jesus Espinosa/Efe

Duas ações do crime organizado deixam 13 mortos no México

Sete cadáveres foram encontrados no estado de Jalisco em seis, em Guerrero

Efe,

15 de agosto de 2010 | 19h07

CIDADE DO MÉXICO- Treze pessoas foram assassinadas em duas ações armadas realizadas pelo crime organizado nos estados mexicanos de Guerrero e Jalisco, informaram neste domingo, 15, fontes oficiais.

 

Segundo fontes da polícia local, autoridades de Jalisco encontraram hoje sete cadáveres de homens assassinados na cidade de Yahualica de González Gallo.

 

Os corpos, ainda não identificados, foram localizados em diferentes bairros do pequeno povoado. A polícia acredita que os homens morreram em um tiroteio registrado na noite de sábado.

 

O motivo do ataque ainda é desconhecido, mas a polícia identificou várias células do cartel Los Zetas que operam no local.

 

Um comandante policial afirmou à imprensa local que o enfrentamento deixou vários feridos, que aparentemente foram sequestrados por seus rivais.

 

Em outra ação do narcotráfico, seis homens foram assassinados e outro ficou gravemente ferido em um bairro popular da cidade turística de Acapulco, no estado de Guerrero, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Proteção Civil estadual.

 

Os cadáveres dos seis homens, que tinham entre 20 e 25 anos, apresentavam marcas de bala. Uma sétima pessoa foi encontrada junto aos cadáveres ainda com vida, mas está em estado grave porque levou um tiro na cabeça.

 

Cerca de 28.000 pessoas foram mortas desde que o presidente Felipe Calderón assumiu o poder, em dezembro de 2006, e lançou operações com policiais e militares para combater esses grupos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.