Efeitos do tsunami são sentidos na costa sul do Pacífico

Autoridades australianas evacuaram praias da costa leste do país

Reuters,

28 de fevereiro de 2010 | 01h08

O tsunami causado pelo terremoto de mais de 8 graus de magnitude que abalou o Chile neste sábado colocou em alerta toda a região sul do Pacífico e seus efeitos já foram sentidos na Nova Zelândia, Tonga e Samoa.

 

Ondas de quatro metros de altura já castigaram parte das Ilhas Marquesas, na Polinésia Francesa, informou a rádio ABC, sem registro de vítimas, segundo as primeiras informações. Os efeitos do tsunami também devem ser sentidos na Austrália. As autoridades australianas fecharam o acesso a todas as praias do estado de Nova Gales do Sul, ao leste do país, onde milhares de pessoas esperavam aproveitar um dos últimos domingos de verão.

 

Os escritórios de Meteorologia de Queensland, Victoria e Tasmânia, todos na costa leste da Austrália, também emitiram alertas, mas esperam que o efeito do tsunami chegue já sem força para causar maiores danos.

 

Alertaram também para a possibilidade de haver ondas perigosas, fortes correntes oceânicas e inundações nas áreas mais baixas e recomendaram que barcos que estão próximos à costa voltem à terra firme e, para aqueles que estão longe, esperem em alto mar.

 

A Administração Nacional de Atmosfera e Oceanos dos EUA emitiu um alerta de tsunami para uma ampla área do Pacífico, incluindo México, Peru, Equador, Nova Zelândia, Austrália, Rússia, Indonésia, Japão e Filipinas.

Tudo o que sabemos sobre:
tsunamiNova ZelândiaterremotoChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.