Jorge Silva/Reuters
Jorge Silva/Reuters

Em primeira votação, Hugo Chávez consegue 'poderes especiais'

Se a Assembleia Nacional da Venezuela confirmar a decisão na segunda votação, presidente poderá aprovar leis por decreto sem a necessidade do aval do Legislativo

Reuters,

14 de dezembro de 2010 | 23h22

A Assembleia Nacional da Venezuela aprovou na noite desta terça-feira o pedido do presidente Hugo Chávez de "um ano de poderes especiais para aprovar leis por decreto", sem a necessidade do aval do Legislativo. A decisão, apesar de ser em primeira votação, foi vista como um golpe contra a democracia pela oposição.

A segunda e definitiva votação deve ser realizada na próxima quinta-feira.

Em seus 11 anos de governo, Chávez já teve os poderes ampliados em três ocasiões - Em 1999, em 2000 e em 2007. Durante esses períodos, aprovou medidas polêmicas como a Lei de Hidrocarbonetos e a Lei de Terras.

Desta vez, Hugo Chávez pediu poderes especiais para aprovar leis de emergências para atender aos desabrigados pelas chuvas - cerca de 130 mil pessoas ficaram desabrigadas na Venezuela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.