Em reforma, presidente chilena demite cinco ministros

A presidente chilena, MichelleBachelet, demitiu cinco ministros na terça-feira em uma grandereforma ministerial para recuperar de seu governo das baixastaxas de aprovação, apesar do vigoroso crescimento econômico. Bachelet, que já aceitou a demissão de dois ministros noúltimo mês, anunciou a troca dos ministros da Economia, daMineração, de Serviços Públicos, da Agricultura e doPlanejamento. Ela também anunciou seu novo ministro do Interior, após oantigo titular da pasta pedir demissão de maneira inesperada nasemana passada. A taxa de aprovação de Bachelet vem patinando em meio aoaumento da criminalidade e num momento em que os eleitores aresponsabilizam por não conseguir resolver os problemas nosistema de transporte da capital. Os chilenos também mostram descontentamento com o fato denão estarem sendo beneficiados pela crescente alta no preço docobre, que tem proporcionado à economia chilena um fortecrescimento nos três últimos anos. (Por Pav Jordan)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.