Em SP, Uribe parabeniza Chávez por 'vitória democrática'

Presidente colombiano diz desejar que Venezuela supere antagonismos e ajude a construir consenso na região

Efe,

16 de fevereiro de 2009 | 16h07

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, enviou nesta segunda-feira, 16, uma "felicitação pública a partir do Brasil" para seu colega da Venezuela, Hugo Chávez, e ao povo deste país pelo resultado do referendo no qual foi aprovada a emenda constitucional sobre a reeleição ilimitada. "Primeiro, felicitações para o presidente Chávez, pois obteve uma vitória democrática e, segundo, para o povo venezuelano por exercer a democracia", declarou Uribe em um almoço com líderes empresariais em São Paulo.   Ao responder a uma pergunta sobre o resultado do referendo, no qual o sim para a reeleição ilimitada obteve ontem 54,36%, Uribe disse que o vê "de forma positiva e com um sentimento de irmandade para o povo da Venezuela". Uribe também expressou seu desejo de que a Venezuela supere os antagonismos e ajude a construir caminhos de consenso na América Latina.    Veja também: Vitória do 'sim' enfraquece democracia, diz oposição  Cenário na Venezuela após o resultado  Vitória não é sinônimo de reeleição, diz assessor de Lula  Fotos: o referendo na Venezuela  Fotos: A dinastia Chávez  Enquete: Você acha que a reeleição ilimitada é legítima?  Conheça os programas sociais apoiados por Chávez  Processos eleitorais na Venezuela na presidência de Chávez   "Não podemos continuar dividindo a América Latina em estatismo e neoliberalismo", declarou Uribe, e acrescentou que o consenso que a região necessita pode se dar ao redor da política de "respeito à iniciativa privada com responsabilidade social", o que foi aplaudido pelos mais de cem empresários presentes.   O presidente colombiano também afirmou que acredita que o povo venezuelano ajudará seu país a combater o terrorismo, para que os violentos, "ao sentirem que podem ser derrotados, façam a paz". "Achamos que podemos construir uma mensagem positiva neste momento pós-eleitoral da irmã Venezuela", declarou Uribe, que hoje começou uma visita de dois dias ao Brasil.   O primeiro dia do presidente colombiano no Brasil esteve centrado em assuntos econômicos em São Paulo. Sua próxima escala é Brasília, onde amanhã se reunirá com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outras autoridades do País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.