Em visita relâmpago, Chávez e Fidel conversam 'animadamente'

O presidente venezuelano, Hugo Chávez,fez na quarta-feira uma escala em Havana, onde conversou"animadamente" com o presidente Fidel Castro, afastado do poderpor razões de saúde, e com seu irmão Raúl, o presidenteinterino de Cuba. A agência estatal local Prensa Latina disse que Chávez sereuniu com os dirigentes cubanos ao regressar de uma visita aArábia Saudita, Irã, França e Portugal. "Durante uma breve escala de trânsito em Havana, os trêsdirigentes dialogaram animadamente sobre o périplo de Chávez eanalisaram o estado dos múltiplos projetos conjuntos que ambosos países realizam ou estudam", disse a Prensa Latina. A TV estatal não mostrou imagens do encontro. O presidente esquerdista da Venezuela é o principal aliadopolítico e econômico de Fidel, a quem considera "um pai". Caracas ajuda na recuperação econômica cubana com aexportação de cerca de 92 mil barris de petróleo por dia apreços preferenciais. A ilha paga parte da conta com o envio demais de 20 mil médicos e para-médicos à Venezuela. Chávez já fez várias visitas a Fidel desde que o veteranorevolucionário transferiu o poder ao irmão, em julho de 2006,por causa de uma doença gástrica. O último encontro havia sido em 13 de outubro. No diaseguinte, os cubanos escutaram a voz de seu líder ao vivo pelaprimeira vez em 15 meses, na participação especial de Fidel numprograma de rádio e TV apresentado por Chávez em Santa Clara,cidade cubana onde está enterrado o revolucionário Che Guevara. (Reportagem de Esteban Israel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.