Embaixador do Brasil desligou telefone na minha cara, diz Evo

Diplomata brasileiro, cujo nome não foi revelado, não teria acreditado que falava com presidente boliviano

Agência Estado e Associated Press,

17 de outubro de 2008 | 15h52

Um embaixador do Brasil desligou o telefone na cara do presidente boliviano, Evo Morales, por não acreditar que era o chefe de Estado quem falava. "Eu sou o rei da Espanha", teria respondido o diplomata brasileiro. A anedota foi contada pelo próprio Evo, na noite de quinta-feira, durante a apresentação do livro Os Índios no Poder, escrito pelo advogado Eusébio Gironda, colaborador do presidente.   Evo lembrou que está sempre em reuniões e tem dificuldades para atender as chamadas. "Uma vez telefonou o embaixador do Brasil, depois eu liguei e lhe disse: 'Embaixador, aqui é o Evo'. 'O que?', respondeu. 'Fala o Evo', respondi. Ele se irritou: 'Eu sou o rei da Espanha'. E desligou", contou o presidente   "O pior é que depois o embaixador mudou o número", continuou Evo, arrancando aplausos da platéia. Evo não disse quando ocorreu o incidente nem revelou o nome do diplomata brasileiro. O presidente também contou que não gosta de ser chamado pelo cargo que ocupa, mas prefere "mesmo o nome de batismo."

Tudo o que sabemos sobre:
BolíviaEvo Morales

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.