Crisanta Espinosa/MVT/Efe
Crisanta Espinosa/MVT/Efe

Emboscada do narcotráfico mata dez policiais no oeste do México

Atiroradores bloquearam rodovia por onde comboio policial passava e atiraram contra os veículos

REUTERS

14 de junho de 2010 | 17h04

Dez agentes da Polícia Federal mexicana morreram nesta segunda-feira, 14, numa emboscada atribuída a pistoleiros do narcotráfico, no estado de Michoacán, oeste do país, segundo autoridades.    

 

Veja também:

linkRebelião em prisão do México deixa 17 presos mortos, dizem autoridades

Os atiradores usaram um caminhão para bloquear a rodovia por onde o comboio policial passava, abrindo fogo contra os veículos.

"A informação que temos é de que há dez mortos e vários feridos", disse a secretária estadual de Segurança Pública, Minerva Bautista, a uma rádio.

O governo federal confirmou o incidente e disse que um número desconhecido de pistoleiros também morreu.

Michoacán, montanhoso estado natal do presidente Felipe Calderón, tornou-se um dos principais campos de batalha na luta entre cartéis mexicanos e destes contra as forças de segurança. A região é dominada pela quadrilha chamada La Familia.

Pelo menos 23 mil pessoas, principalmente traficantes e policiais, já morreram desde que Calderón colocou o Exército para combater o narcotráfico, em dezembro de 2006.

A imprensa local disse que a sexta-feira foi o dia mais violento do governo Calderón, com 70 homicídios relacionados ao narcotráfico, incluindo a chacina de 19 dependentes em uma clínica de reabilitação em Chihuahua, no norte do México.

A violência tem afastado turistas e investidores, além de preocupar os Estados Unidos, que fornecem ajuda financeira, equipamentos e treinamento policial para o México.

(Reportagem de Miguel Angel Gutierrez)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOEMBOSCADAMATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.