Empresário de direita deve vencer eleição presidencial do Chile

O multimilionário empresário e político conservador Sebastián Piñera é o favorito para ganhar as eleições presidenciais de domingo no Chile. Contudo, segundo as pesquisas, ele não evitaria um segundo turno, previsto para 17 de janeiro.

REUTERS

12 de dezembro de 2009 | 12h13

Piñera vai provavelmente enfrentar o candidato do governo, Eduardo Frei, no segundo turno.

Caso saia vencedor, o empresário será o primeiro presidente de direita eleito no Chile em meio século e porá fim a décadas de governos da coalizão de centro-esquerda Concertación.

Piñera, com 60 anos, atua em áreas como transporte aéreo e televisão. A revista Forbes o coloca entre os mil homens mais ricos do mundo. Ele ingressou na política em 1989, quando foi eleito senador por Santiago.

O principal adversário do empresário, Eduardo Frei, foi presidente do Chile entre 1994 e 2000. Com 67 anos, o engenheiro e empresário é filho do carismático ex-presidente Eduardo Frei Montalva que, de acordo com as últimas investigações, foi assassinado durante a ditadura no país.

(Escrito por Alvaro Tapia e Gabriela Donoso)

Tudo o que sabemos sobre:
CHILEELEICOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.