Engenheiros reforçam túnel para resgate dos mineiros no Chile

Os 33 mineiros presos numa mina do Chile e seus parentes estão contando as horas nesta segunda-feira para sua saída enquanto as equipes de resgate trabalham para completar um túnel de retirada e evitar um desastre, agora que seus dois meses de clausura estão perto do fim.

REUTERS

11 de outubro de 2010 | 07h38

Os engenheiros esperavam terminar na manhã desta segunda-feira os tubos de metal que recobrirão as paredes da primeira parte do túnel de 625 metros. Depois, eles testarão as cápsulas especiais que serão usadas para removê-los. O governo espera começar a retirar os homens um a um na quarta-feira.

As equipes estão colocando os tubos para evitar o risco de que pedras se desprendam e caiam sobre as cápsulas, chamadas de Fênix, em referência ao mítico pássaro.

O ministro da Mineração, Laurence Golborne, disse no domingo que as equipes de resgate poderiam começar a trazer os mineiros para a superfície ainda na terça-feira à noite, se tudo correr bem.

(Por César Illiano)

Tudo o que sabemos sobre:
CHILEMINEIROSESPERA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.