Equador concede asilo político a fundador do WikiLeaks Julian Assange

O Equador afirmou nesta quinta-feira que concedeu asilo político a Julian Assange, embora não esteja claro se o fundador do WikiLeaks poderá deixar a embaixada equatoriana em Londres, onde está abrigado desde 19 de junho, sem ser preso pela polícia britânica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.