Equatoriano é preso com 44 kg de explosivos no sul da Colômbia

Polícia acredita que material estava destinado às Farc e que homem pode integrar rede de fornecimento da guerrilha

estadão.com.br,

11 de novembro de 2010 | 23h14

BOGOTÁ- A polícia colombiana deteve nesta quinta-feira, 11, um equatoriano com 44 kg de explosivo em uma estrada do sul do país. Suspeita-se que o material estava destinado às Farc. As informações são da agência de notícias AFP.

 

O homem, cuja identidade não foi revelada, estava em um ônibus público que foi interceptado em um bloqueio policial entre as cidades de Ipiales e Tangua, 910 km ao sudoeste de Bogotá, segundo comunicado da polícia.

 

Os agentes investigam se o equatoriano tem vínculos com uma rede que fornece armas e explosivos a uma frente das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

 

O país compartilha com o Equador uma fronteira de 600 km ao longo da qual operam guerrilheiros, redutos de paramilitares ultradireitistas e traficantes de armas e drogas.

Tudo o que sabemos sobre:
EquadorColômbiafronteiraFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.