Equipes de resgate recuperam doente de hospital em ruínas

Paciente mantinha uma drenagem pulmonar quando foi resgatado por especialistas da Espanha, EUA e Nicarágua

Efe,

17 de janeiro de 2010 | 00h28

Socorristas da Espanha, Nicarágua, e Estados Unidos, recuperaram no sábado, 16, com vida um paciente preso entre os escombros de um hospital de Porto Príncipe, onde estava, quando o terremoto de 7 graus de magnitude na escala aberta de Richter assolou na última terça-feira a capital haitiana.

 

Quatro dias depois do tremor, o paciente, um haitiano de cerca de 20 anos, permanecia ainda em um "casulo" que se formou a seu redor, tal como chamam os especialistas às cavidades que às vezes se formam neste tipo de acidente natural e que permitem manter as esperanças de sucesso.

 

O paciente mantinha ainda uma drenagem pulmonar quando foi resgatado por uma equipe multidisciplinar formada por especialistas em resgate da Flórida, da Nicarágua, e do grupo de Emergência e Resposta Imediata dos Bombeiros da Comunidade Autônoma de Madri.

 

Um dos chefes de equipe dos bombeiros, Matías Monedo, relatou que o resgate "não foi fácil", já que a maioria de seus equipamentos ainda permanece em Santo Domingo (República Dominicana), por isso que tiveram que trabalhar com o material que tinham a seu alcance no momento.

 

Tudo o que sabemos sobre:
HaitidoenteEUAresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.