Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Erupção vulcânica na Colômbia mata ao menos dez

Segundo autoridades, vulcão Nevado del Huila entrou em erupção na noite de quinta-feira

EFE,

22 de novembro de 2008 | 15h41

Ao menos dez indígenas morreram, uma dezena ficou ferida e vários estão desaparecidos, após a erupção do vulcão Nevado del Huila, na Colômbia. Segundo fontes oficiais, o fenômeno ocorreu na noite de quinta-feira.  O ministro do Interior e Justiça, Fabio Valencia, disse que um primeiro relato da erupção cita dez pessoas mortas. O ministro explicou que o fenômeno afeta principalmente as reservas indígenas localizadas entre os municípios de Inzá e Belalcázar. As autoridades não puderam chegar às partes mais altas do vulcão, porque o mau tempo impediu que os helicópteros com ajuda chegassem.  Marco Tulio Toconó, governador indígena da reserva de Tálaga, o mais próximo à cratera, reportou a morte de duas pessoas e o desaparecimento de duas crianças de sua comunidade. "A situação é bastante grave porque ficamos ilhados", disse Toconó.  O coordenador da Cruz Vermelha Colombiana no município vizinho de Inzá, Orlando Marulanda, disse que há informações de que haveria várias vítimas na parte alta de Belalcázar, área inacessível. "A situação é realmente incerta; não há informações concretas porque não é possível chegar até lá por causa do mau tempo."  A erupção do vulcão Nevado del Huila formou uma cratera de aproximadamente 400 metros de diâmetro em um dos picos dessa montanha no sudoeste colombiano. O vulcão está situado em uma cordilheira na fronteira dos distritos de Huila, Tolima e Cauca.

Tudo o que sabemos sobre:
VulcãoColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.