Edwin Montilva/Reuters
Edwin Montilva/Reuters

Estudante venezuelano morre em ato contra fechamento de TV

Conflito entre oposição e partidários de Chávez deixa 16 feridos após governo fechar RCTV Internacional

Agência Estado e Associated Press,

26 de janeiro de 2010 | 03h11

A polícia e os apoiadores do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, entraram em confronto com estudantes em várias cidades do país na segunda-feira, 25, durante protestos contra a decisão do governo de obrigar o fechamento da RCTV Internacional, um canal de TV a cabo oposicionista. Um jovem foi dado como morto e 16 pessoas ficaram feridas. 

Veja também:

linkEstadão de Hoje: SIP critica fechamento de TV

linkChávez aceita renúncia de vice-presidente

 

O maior confronto ocorreu em Caracas, onde policiais atiraram gás lacrimogêneo e balas de plástico para dispersar milhares de estudantes que tentavam marchar em direção à sede da agência estatal de telecomunicações da Venezuela. Pelo menos seis manifestantes e um jornalista tiveram de receber atendimento médico.

Na cidade de Mérida, no oeste da Venezuela, um jovem foi morto durante os combates entre forças anti e pró-Chávez e os confrontos com a polícia, que tentavam separar os grupos rivais, segundo informou, na noite desta segunda-feira, o ministro da Justiça, Tareck El Aissami.

O governador de Mérida, Marcos Diaz, disse à agência de notícias estatal ABN que a vítima é um estudante do ensino médio chamado Jossimir Carrillo Torres. Nove policiais ficaram feridos, de acordo com o ministro.

As manifestações começaram depois que o governo ordenou, no domingo, o fechamento da emissora de TV a cabo Radio Caracas Television Internacional (RCTV). A RCTV desafiou as novas regras que obrigam os canais a cabo a transmitir programação obrigatória, incluindo alguns dos discursos de Chávez. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaprotestosChávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.