David Fernández/Efe
David Fernández/Efe

EUA dizem que é necessária auditoria de eleição na Venezuela

Maduro venceu o candidato da oposição, Henrique Capriles, com 50,66% dos votos

Reuters

15 de abril de 2013 | 14h43

WASHINGTON - A Casa Branca disse nesta segunda-feira, 15, que realizar uma auditoria da eleição presidencial da Venezuela, vencida por estreita margem pelo sucessor escolhido pelo ex-líder Hugo Chávez, Nicolás Maduro, é um passo necessário e prudente.

Maduro venceu o candidato da oposição, Henrique Capriles, com 50,66% dos votos, de acordo com os dados da comissão eleitoral. Capriles ficou com 49,07%.

"Dado o resultado apertado - cerca de 1% dos votos separou os candidatos - o candidato da oposição e pelo menos um integrante do conselho eleitoral pediram uma auditoria de 100% dos resultados. Parece ser um passo importante, prudente e necessário para assegurar que todos os venezuelanos tenham confiança nestes resultados", disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, em entrevista coletiva.

"Na nossa visão, correr para uma decisão nessas circunstâncias seria inconsistente com as expectativas dos venezuelanos por um resultado claro e democrático".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.