EUA pedirão extradição dos carcereiros de Ingrid na quarta

César e Gafas, membros das Farc, deverão responder por narcotráfico, financiamento do terrorismo e seqüestro

Efe,

08 de julho de 2008 | 19h44

Os Estados Unidos entregarão à Colômbia na quarta-feira, 9, os documentos que pedem formalmente a extradição dos guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que foram capturados na operação de resgate de 15 reféns, entre eles Ingrid Betancourt e três cidadãos americanos, informaram fontes oficiais nesta terça. Veja também:Novo líder das Farc aceita 'contato direto' com Álvaro UribeIngrid tentou fugir para o Brasil a nado, diz ex-refémO drama de IngridPor dentro das Farc Histórico dos conflitos armados na região   Cronologia do seqüestro de Ingrid BetancourtLeia tudo o que foi publicado sobre o caso Ingrid BetancourtO seqüestro de Ingrid Betancourt  O comandante das Forças Armadas e ministro da Defesa colombiano, general Freddy Padilla de Léon, confirmou que os EUA solicitarão a extradição de Gerardo Antonio Aguilar, conhecido como César, e Alexander Farfán, chamado de Enrique Gafas.  "O presidente da Colômbia (Álvaro Uribe) me informou e disse que poderia fazer o anúncio em público. Ele tem toda a vontade de apoiar essa solicitação", disse o oficial. Ele indicou ainda que a extradição ocorrerá quando todos os requisitos legais na Colômbia forem cumpridos. Horas antes, o embaixador americano na Colômbia, William Brownsfield, não havia descartado que seu país pediria a extradição dos carcereiros das Farc. O diplomata disse que os rebeldes devem "pagar primeiro seus delitos na Colômbia", mas assinalou que a decisão final "será do governo colombiano." O procurador-geral da Colômbia, Mario Iguarán, anunciou que trabalha na abertura de uma causa judicial para que os rebeldes "tenham que responder na justiça colombiana" os seus delitos. Iguarán disse também que espera "a solicitação formal dos EUA" para extraditar César e Gafas, por seus crimes de narcotráfico, financiamento ilegal de grupos terroristas e seqüestro.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarcIngrid Betancourt

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.