Evo diz que sonha em reeleição com mais de 70% dos votos

Presidente afirma a partidários que 'não está longe' da meta; próxima votação boliviana acontece em dezembro

Efe,

27 de março de 2009 | 17h39

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse nesta sexta-feira, 27, que seu "sonho" é ganhar as eleições gerais de dezembro com mais de 70% dos votos e afirmou que seu partido não está longe de consegui-lo. "Nestas eleições sonho em ganhar e podemos ganhar com mais de 70%, e não estamos longe disse", gabou-se, durante discurso na comemoração do 14º aniversário de seu partido, Movimento ao Socialismo (MAS), em Potosí, no sul da Bolívia.

 

Veja também:

linkONU acusa opositores bolivianos de massacre de camponeses

 

Reunidas inicialmente sob o nome de Assembleia pela Soberania dos Povos (ASP), as organizações camponesas e de esquerda utilizaram desde 1999 a sigla MAS que, apesar de existir, na verdade, desde 1987, tomou relevância desde que Evo passou a utilizá-la para seu projeto político.

 

Do outro lado, na oposição, o governador do departamento (Estado) de Santa Cruz, Rubén Costas, defendeu a criação de uma frente ampla que reúna na eleição as forças contrárias ao presidente, em um encontro que será realizado em 5 de abril na cidade de Santa Cruz. No entanto, ele próprio descartou que vá se candidatar a presidente ou vice-presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
BolíviaEvo Morales

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.