Arquivo/Efe
Arquivo/Efe

Ex-nazista pedófilo é enterrado em cemitério privado e com lápide sem nome

Paul Schaefer, fundador da Colônia Dignidade, morreu aos 88 anos vítima de uma doença cardíaca

25 de abril de 2010 | 20h08

Efe

 

SANTIAGO- Paul Schaefer, o ex-suboficial nazista que fundou no Chile a Colônia Dignidade e morreu no sábado aos 88 anos, foi enterrado neste domingo, 25, em um cemitério privado na capital chilena.

 

Veja também:

linkMorre nazista criador da 'Colônia Dignidade' no Chile

linkMoradores da Colônia Dignidade se negam a enterrar fundador no local

 

Somente sua filha adotiva, Rebeca Schaefer, e seu advogado, José Luis Sotomayor, acompanharam o enterro de Schaefer, que morreu por causa de uma falha cardiorrespiratória, provocada por uma doença cardíaca crônica.

 

À saída do caixão da funerária onde o corpo foi velado, alguns habitantes jogaram terra contra o veículo que transportava o caixão e gritaram "Assassino!".

 

A manifestação foi observada com um expressão imutável pela filha do morto, ainda que os protestos não tenham causado mais incidentes e o automóvel pôde percorrer sem problemas o trajeto de 20 km até o cemitério.

 

No local, a imprensa local observou apenas cinco pessoas que fizeram um breve ato de despedida, que não teve orações. Sobre a sepultura sem nome, foram depositadas suas coroas de flores, enquanto alguns visitantes protestavam contra o sepultamento de Schaefer próximo de onde estão enterrados parentes seus.

 

Paul Schaefer, que fundou a Colônia Dignidade, no sul do Chile, em 1961, morreu no hospital da prisão onde cumpria pena por homicídio, torturas, infração à lei de armas e abuso sexual de menores.

 

A comunidade se converteu, sob a férrea condução de Schaefer, em um enclave onde, como se soube mais tarde, os próprios colonos eram vítimas do fundador. Durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), o lugar serviu como campo de concentração e torturas para a polícia secreta do regime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.